A importância da Estatística para a engenharia organizacional.

10/12/14

Os processos operados pelas organizações geram não apenas os resultados para os quais foram desenvolvidos, mas também dadosque devem orientar a melhoria de seu desempenho. No entanto, as organizações desperdiçam estes dados por não investir em sistemas adequados para:

  1. Coletar dados relevantes e precisos.
  2. Extrair informação dos dados por meio de análises que respondam às questões relevantes dos tomadores de decisão.
  3. Disponibilizar as informações às pessoas no momento certo.

Coleta de dados de processos rotineiros (registros internos)

A coleta de dados dos processos de manufatura e transações comerciais, na maior parte das organizações, é realizada rotineiramente e gera uma grande quantidade de registros. Se não são realizadas análises sistemáticas destes dados, percebe-se que são imprecisos, omissos e mesmo errados. A coleta de dados deve ser tratada como um processo e gerenciado continuamente para produzir dados relevantes e precisos. Métodos estatísticos de avaliação de sistemas de medição auxiliam neste processo.

As organizações não têm tradição de registrar dados de relacionamento com o cliente, seja ele realizado de forma pessoal, por telefone ou web. Soluções tecnológicas para captar dados gerados destes diferentes tipos de relacionamento estão disponíveis e podem ser personalizadas para cada situação.

Coleta de dadosespeciais para momentos específicos

A solução de problemas crônicos das organizações muitas vezes exigem dados que não são registrados rotineiramente. Pode-se lançar mão de observação de novas variáveis ou realização de experimentos estatisticamente planejados para identificar as causas do problema ou otimizar os resultados atuais.

O desenvolvimento de produtos e mercados devem ser orientados por pesquisas de mercado cuidadosamente planejadas para alcançar um aprofundamento no ponto de vista dos clientes e consumidores. Respostas a perguntas como “quem são meus clientes, como usam os meus produtos, como avaliam o meu produto e o de meus concorrentes, quais são suas necessidades e preferências, etc.” são de grande valia para obter sucesso no lançamento de produtos inovadores e ampliar a participação de mercado.As técnicas estatísticas de amostragem garantem a validade das amostrasutilizadas.

Geração de informação: análise estatística dos dados

Os bancos de dados produzidos por qualquer tipo de coleta exige uma análise estatística criteriosa para gerar informação válida e útil para a tomada de decisão. São usadas desde estatísticas descritivas—medidas-resumo e gráficos — até métodos estatísticos avançados como Métodos de previsão, Análise de Regressão, Análise Multivariada, Técnicas de Mineração de Dados, Métodos de Planejamento de experimentos (DOE), Técnicas de Amostragem, ConjointAnalysis, entre outros.

Disponibilização da Informação para a pessoa certa no momento certo

A definição de quem deve receber quais informações, com qual frequência e em qual formato é crítica para que os investimentos em coleta e análise tragam os benefícios esperados pelas organizações. Deve-se ter em mente que o excesso de informação é contra-informação e a informação sem ação é desperdício tanto quanto a falta de informação.

Clique aqui para fazer o download do ensaio em PDF.